Fundación de La Lengua Española - breve apresentação

Essa Fundação se situa em Valladolid, Espanha, e oferece bolsas para que possamos estudar espanhol.

Se você é universitário, cheque se a sua instituição possui vínculo com a Fundação, porque nesse caso o curso pode sair gratuito - como ocorre com a PUC-Campinas. 
Nesse link você encontra a chamada para fornecimento de bolsas: https://www.puc-campinas.edu.br/bolsas-de-estudo-na-espanha-fundacion-de-la-lengua-espanola/ 

Os cursos oferecidos duram de 1 a 2 semanas, não sendo, portanto, um empecilho para quem tem compromissos importantes aqui no Brasil ou para quem não quer atrasar 6 meses para se formar na faculdade. Além disso, as datas são muito flexíveis, você pode se inscrever para o curso em julho e aproveitar o verão da Espanha, em dezembro, aproveitando o feriado natalino e o inverno, ou entre esses períodos. 


                                     


Quanto aos custos, vi pessoas que desistiram de ir por fazerem as contas e verem que um período maior como au pair nos EUA, por exemplo, sairia o mesmo preço. Eu sei que devido à diferença euro-real e aos custos inerentes a uma viagem pode realmente sair caro. Mas para mim valeu a pena cada centavo, e foi possível graças a um planejamento a longo prazo. Não pagar o curso ajudou bastante. E outra coisa que fez diferença é que, segundo uma moradora de lá, em 2015 a Espanha estava passando por uma crise, então os preços do comércio em geral baixaram muito. Para alimentação, bebida, alojamento, estava tudo mais acessível.

Creio que agora as coisas estarão ainda melhores, já que com o Brexit o euro baixou. Além disso, 1/4 do turismo espanhol é de pessoas do Reino Unido. Sendo assim, acredito que os preços estarão mais atrativos a turistas de outras localidades, já que os turistas do Reino Unido não irão mais para lá com a mesma frequência.






Sobre o que você aprende em relação ao Espanhol: mesmo que você não saiba nada sobre a língua, essa viagem é um exercício perfeito para deixar de "pensar em português". É o primeiro passo para se tornar fluente. Em duas semanas lá você sobe de um nível para outro, de acordo com a escala do Instituto Cervantes. Ela se divide, do básico ao avançado, do A até o C. Então, por exemplo, se você sabe o básico (A1), você pode sair de lá com certificado intermediário (B2). Aconselho que você estude espanhol antes de ir, (Aqui algumas dicas: http://fresbee.blogspot.com.br/2017/01/aprendendo-linguas-online.html) porque se chegar lá já com intermediário, você pode sair com um "espanhol avançado" no currículo :) 

Comentarios

Entradas populares de este blog

Carta de Intenção - Info Geral

Applebee's Iguatemi Campinas - review

Donde se quedar en Pucón